Politécnico de Setúbal entre as melhores universidades europeias

O Instituto Politécnico de Setúbal (IPS) está entre as melhores instituições de ensino superior da Europa no que respeita à qualidade do ensino e da aprendizagem. Os dados divulgados decorrem do Europe Teaching Rankings, o primeiro ranking universitário internacional centrado exclusivamente na avaliação feita a estas duas variáveis: ensino e aprendizagem.

Elaborada pelo prestigiado Times Higher Education (THE), o ranking assenta, em grande parte, nos resultados do inquérito THE European Student Survey, que este ano recebeu respostas de 125 000 estudantes, espalhados por 18 países, no que toca a questões como o envolvimento estudantil, os resultados académicos, o ambiente de ensino-aprendizagem e os recursos ao dispor das instituições para garantir um ensino efetivo.

Numa lista de cerca de 260 instituições de ensino superior, liderada pelo Reino Unido (ocupa 17 das primeiras 20 posições), com a Universidade de Oxford à cabeça, o IPS, que pela primeira vez participou neste inquérito, é uma das 12 instituições nacionais consideradas e uma das duas únicas representantes do ensino superior politécnico, a par do Politécnico do Porto, obtendo ambas o mesmo resultado global: 56,8 – 45,8.

A Universidade Nova de Lisboa, com o 35.º lugar no ranking global, e as universidades de Aveiro e do Porto, ambas classificadas em 51-75, ocupam as primeiras posições entre as instituições portuguesas avaliadas.

O Politécnico de Setúbal destaca-se, no entanto, no indicador respeitante ao envolvimento (79 pontos), que leva em consideração a interação entre estudantes e docentes, as recomendações de alumni e a ligação ao mercado de trabalho, estando classificado nos primeiros 25 lugares do ranking.